Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Livro Barbara Nonato’

Sinopse:

“Há quem diga que somos nós que construímos as histórias. É um erro, são elas que nos constroem.”

Ele levava uma vida vivida ao acaso, sem paradeiro, seguindo os indícios fornecidos pelo tempo. Era desta forma que Victor, um escritor nascido no Mato Grosso do Sul e que já havia percorrido boa parte do Brasil, passara seus últimos anos: de cidade em cidade, de estado em estado. Ele seguia um chamado inaudível, mantinha a busca pelo indefinido, marcada por visões que pareciam apontar um porvir e que preenchiam ausências remotas, indecifráveis.

Após sucessivas viagens, a vida o leva de volta ao seu estado natal e lá ele encontra uma fazenda de subsistência, onde abriga-se como ajudante na casa de uma família cujas mazelas vão se descortinando aos poucos. Trabalho, fome e tristeza fazem parte da realidade daquelas pessoas. Mas não é só isso! Ele sabe que por trás daquela vasta plantação de milho e de toda a desestruturação percebida na casa, há uma história adormecida e que o passar dos anos não conseguiu apagar. Ele viu o verme sobre o batente da porta e lembrava-se da cigana que um dia lhe salvara a vida.

Décadas antes a fartura e a felicidade habitaram aquele chão molhado e fértil, porém, a mão vil do homem, a ganância e o desamor desviaram os caminhos do tempo, adulteraram o destino e estabeleceram um novo recomeçar delimitado pelos passos dados por Victor e por sua chegada na região. Era como se ele pertencesse àquela terra, como se ela estivesse nele, da mesma forma em que ele, agora, estava nela. Ao envolver-se com aquela família e com os demais colonos, ele não sabia que sua trajetória seria transformada para sempre, assim como também não sabia que transformaria a vida de todos ali.

Esta é uma história sobre o tempo, sobre as transformações sofridas e instigadas por ele, sobre as esperas propostas e validadas com o passar dos anos. Esta é uma história onde culturas se misturam para compor o cenário ideal. Esta é uma história de amor marcada pela desgraça acarretada pelo ódio. Esta é uma história que esconde verdades e você, leitor, está convidado a enfrentar estas verdades.

caminhos_definitiva

Quotes:
“— Esta fazenda era parte do território do Mato Grosso ainda, era década de vinte e o estado não havia sido dividido, quando os ciganos fincaram acampamento aqui e receberam autorização para trabalhar na lavoura. No começo foi estranho já que seus costumes eram tão diferentes, mas com o passar dos meses tudo parecia normal. Eles eram pessoas comuns, pessoas de bom coração, apesar de todas as asneiras que se espalhavam na época. Gente que não tem o que dizer sempre diz besteira, não é verdade? (…) Houve quem não gostasse dos ciganos. Há sempre um espírito de porco! Houve intriga, gente traindo gente e eu vi o traidor ganhar. Eu vi quem não merecia nada crescer, montado nas costas de quem era mais fraco. Eu vi o poder descaradamente cavar a cova do amor e espalhar sementes de tristeza e desgraça neste estirão. Eu vi o ódio alimentar o filho do desamor pra fazer dele parte desta terra, pra dar a ele as raízes que um dia construiriam o que temos hoje. Ah! Eu vi muita coisa ruim, mas eu sempre soube que a vida traria de volta o que jamais deveria ter sido deixado para trás.”
“— A vida nunca erra… Se ela o trouxe até este lugar é porque o lugar faz parte de você, o lugar está na sua história. Nada é por acaso, meu jovem e o que consideramos acaso, muitas das vezes, foi escrito nas pedras tempos antes e o que se escreve nas pedras, ninguém apaga.”
Ebook disponível na Amazon. Clique AQUI para ter acesso aos primeiros capítulos.
Anúncios

Read Full Post »

Durante o período de produção do livro Sob a Sombra da Névoa, algumas músicas me acompanharam, como se compusessem a personalidade de cada personagem. Parte destas músicas já foi disponibilizada na página, entretanto decidi pôr aqui aquelas que endossam a trajetória dos personagens mais significativos.

imagens-de-notas-musicais-coloridas (1)

 

MÚSICA 1 – CECÍLIA
Cecília Leone é uma órfã criada no convento, que funciona como orfanato para meninas, e que somente um ano após atingir a maioridade deixa o local para trabalhar em seu primeiro emprego: secretária de Raul na estância de gado leiteiro dos Mendonça, do outro lado do lago. Inexperiente e calma, lidar com as pessoas naquela casa, com tantas personalidades diferentes, é um desafio que cresce a cada dia. Em paralelo, enquanto a insegurança por estar ali povoa os pensamentos da jovem, a força por sentir-se desafiada por todas as situações vivenciadas torna-se uma aliada ao seu crescimento. A mudança desponta como uma constante e a vida, de maneira inusitada, se descortina para a jovem a cada página da obra.
A música que acompanha a personagem Cecília é “Encontros e Despedidas”, de Milton Nascimento e Fernando Brant, cantada por Maria Rita e que de forma subliminar fala muito sobre sua trajetória, disponível AQUI.
MÚSICA 2 – RAUL
Raul Mendonça, filho caçula de Joaquim Mendonça, depois de dezoito anos afastado da propriedade de sua família, em decorrência de uma desavença, está de volta à estância para assumir sua função na administração do gado leiteiro. Trata-se de um homem bonito, de personalidade forte e descontraída, bem mais jovem que Carlos, seu irmão. Seus atos por muitos anos foram considerados rebeldia e foi exatamente esta suposta incongruência que o afastou de casa. Raul trata os empregados de igual para igual, e é extremamente fiel aos amigos, porém, não leva desaforo pra casa, nunca levou. Em sua volta, ele mostra à que veio!
Quando escrevi Raul, apesar do “sangue latino”, herança de seus ancestrais, e tão bem cantado por Ney Matogrosso, a música que acompanhou sua criação foi “Recado”, de Gonzaguinha, disponível AQUI.
MÚSICA 3 – RAMIRO
Ramiro Duarte é funcionário na estância Mendonça. Nasceu e cresceu naquelas terras e, por conta da pouca diferença de idade, é o melhor amigo de Raul. Em ocasião da morte de seu pai, quando tinha apenas 15 anos, ele foi alçado a um alto posto na administração do gado. Bonito e de personalidade forte, assim como Raul, Ramiro também não lida muito bem com injustiças, não leva desaforo pra casa e se não fosse por uma única questão talvez, apesar de amar o local, ele já tivesse deixado aquelas terras.
A música que acompanhou a criação de Ramiro foi “Cavalo Baio”, de Marcus Vianna, em gravação do grupo Sagrado Coração da Terra, disponível AQUI.
MÚSICA 4 – CARLOS
Carlos Mendonça, o filho mais velho de seu Joaquim Mendonça, cuja personalidade em nada se assemelha à personalidade do irmão, responde pelos momentos mais tensos desta história. Trata-se de um homem insuportável, grosseiro e mesquinho, que não respeita as pessoas e julga-se superior à todos os demais mortais.
A música que no meu ponto de vista traduz parte da força, da arrogância e dos receios de Carlos é “Cara Valente”, cantada por Maria Rita e disponível AQUI.
MÚSICA 5 – ESTER
Dona Ester, esposa de Carlos, apesar de ser excessivamente carismática e tranquila, parece carregar a tristeza em seu olhar. Muito provavelmente, trata-se de rusgas colecionadas durante todos aqueles anos de casamento e pela vivência na casa Mendonça.
Sua música é “Entre a Serpente e a Estrela”, de Zé Ramalho, disponível AQUI.
MÚSICA 6 – DONA ROSA
Dona Rosa, empregada aposentada, mas que ainda ocupa um quarto na ala destinada aos funcionários da casa Mendonça, pois sua filha, Martina, trabalha lá como cozinheira. Por já ter passado dos noventa anos de idade, ela já não tem motivo algum para limitar-se e fala aquilo que lhe vem à cabeça. Sem arreios, sem freios e sem medidas, Dona Rosa pode não poupar ninguém!
A música que compõe esta personagem é “Mortal Loucura”, na voz de Maria Bethânia e está disponível AQUI.
MÚSICA 7 – MARTINA
Martina é a filha de Dona Rosa que trabalha na casa há anos e, após a aposentadoria da mãe, assumiu seu posto como cozinheira. Por ter praticamente acompanhado o crescimento de Raul e Ramiro, ela tem cuidado e carinho excessivo com os dois. De personalidade centrada, Martina carrega uma tristeza consigo, uma angústia cuja resposta pode estar em algum canto da casa Mendonça.
A música que acompanhou a criação de Martina foi “Oração ao Tempo”, de Caetano Veloso, gravada por Maria Gadu, disponível AQUI.

Read Full Post »

Bom dia! Com intuito de facilitar para o público e aderir às modernidades tecnológicas trazidas pelo mundo contemporâneo, informo que, a partir de hoje, além do formato impresso (que pode ser adquirido diretamente comigo), o livro “Muito Além da Alameda” encontra-se disponível para vendas na Amazon em formato digital neste link. Desta forma, o livro pode ser lido em qualquer dispositivo (android, aplle, windows, mac; seja em tablets, telefones celular, leitores de ebooks, computadores) usando o aplicativo Kindle, e pode ser levado para qualquer lugar sem pesar ou ocupar espaço extra na bolsa.

Para aqueles que ainda não conhecem a história, trata-se de um romance de ficção e mistério, onde uma família muda-se para uma casa deixada como herança por uma tia distante. Mas não se trata de uma casa comum! Além de enorme e muito bem equipada, a casa reserva tradições e guarda segredos que são desvendados no decorrer da história, e que envolvem o leitor de forma que a leitura flui e o envolve.

Vivencie esta história! Enverede por esta alameda e descubra o que ela revela a cada página! Embarque nesta aventura e me conte o que achou, pois, certamente, será uma leitura prazerosa e que lhe renderá bons momentos.

Depoimento da escritora Meire Oliveira, autora de dois livro (‘Pintando Borboletas’ e ‘Vai com Fé que Flui’), que leu e se encantou com a história do livro: “Uma história para me fisgar precisa ser muito boa! Esse livro me surpreendeu. A cada página não queria parar, e quando cheguei perto do fim, não queria que acabasse porque estava bom demais. Socorro! Tem segredo para desvendar, de toda uma família. Super recomendo!! Maravilhoso!”

Depoimento da leitora Manuella Maria: “Livro muito bom,com história que prende desde o começo e não dá vontade de parar de ler!”

Depoimento do leitor Alexandre Lemos: “Muito bom o livro! O enredo nos prende de uma forma que, quanto mais se lê mais se quer continuar lendo!”

schonen-grunen-hintergrund

Aproveite! Garanta o seu exemplar digital!

Read Full Post »

 

Breves trechos de meu livro”Muito Além da Alameda” já disponível para vendas.

capture-20160610-090458

 

capture-20160610-090052

capture-20160610-084558

capture-20160610-090642

 

Read Full Post »

13346686_1337159156299855_5541638190490059234_nAcabei de receber a nova tiragem que me foi enviada pela editora!

Para quem ainda não conhece, trata-se da história de uma família que recebe como herança de uma tia distante uma casa enorme e muito bem mobiliada e equipada. Porém, o que eles desconhecem é que a casa esconde um mistério que no decorrer da história começa a se mostrar e a intrigar as personagens. São surpresas que se mostram a cada dia, em cada manhã,  em cada acender das luzes que brilham do lado de fora da casa. Uma verdadeira viajem para que gosta de um bom mistério de ficção.

Por ser um projeto de autopublicação ainda não se encontra disponível para venda em livrarias, portanto, caso alguém tenha interesse em adquirir um exemplar, basta fazer contato por aqui, por email (barbaranonato@yahoo.com.br) ou pelo Facebook (botão na barra lateral do blog).

E fica aqui uma novidade: um próximo livro virá e não se trata de uma continuação deste, porém, em “Muito Além da Alameda” há uma pequena pista da minha próxima história.

Read Full Post »

Deixo aqui algumas passagens breves, frases que fazem parte da história contada no meu livro “Muito Além da Alameda”. Nova tiragem chegando em breve!

13255928_1324355630913541_3960567102094480113_n13177313_1322754787740292_432382309734608752_n13151761_1321288611220243_7913196649412236792_n13178612_1320242994658138_9153220161865064806_n

Read Full Post »

capture-20160509-110426

Gente, pra quem não conhece, o Skoob é uma plataforma para troca de informações sobre livros, onde leitores podem listar tudo o que já leram e o que desejam ler, inserindo inclusive breves resenhas sobre as obras e classificando-as. Há também ali a possibilidade de troca de livros com outros leitores.

A disponibilidade de obras ali é enorme, assim como a quantidade de usuários também é e, pelo que vi, traz inúmeras vantagens para o pessoal que realmente gosta de ler.

O “Muito Além da Alameda” agora figura lá, em meio a todas estas obras, e quem quiser pode classificá-lo ou dar sua opinião a respeito através deste link direto, mediante cadastro rápido que pode ser feito com vinculação á conta do Facebook ou contas em outras redes sociais.

Aproveito desde já para agradecer ao pessoal que já passou por lá e classificou o livro, e reforço a informação de que a nova tiragem já foi pro forno e em breve estará disponível para compra direto comigo. Obrigada!

Read Full Post »

Older Posts »